Influencer de Itacaré se destaca em blog da UOL, com receitas veganas




Com receitas veganas acessíveis, a baiana de Itacaré Carla Candace, 26, já conquistou, na internet, um público duas vezes maior que a população de sua cidade natal. Duzentos e cinquenta quilômetros distante da capital, Salvador, Itacaré tem pouco mais de 28 mil moradores.


Carla, que nas redes sociais é a Vegana Sem Grana, já arrebatou quase 60 mil seguidores – a maioria em São Paulo e no Rio de Janeiro. "Eu falo sobre veganismo acessível, periférico e preto. Ensino receitas, substituições e dou dicas de como fazer a transição de uma forma mais fácil e gostosa", expõe a comunicadora, que mostra como preparar bolos, hambúrgueres e várias outras delícias sem nenhum ingrediente de outras delícias sem nenhum ingrediente de origem animal.


"Me dar conta da crueldade me fez perceber que eu não queria continuar contribuindo com isso"


"Não cresci com a cultura da carne presente porque eu sou pobre. Pobre não come carne todos os dias. Carne é caro. A gente comia duas ou três vezes na semana, no máximo. Os legumes eram presentes porque eram e são mais baratos. Então a cultura da carne nunca esteve presente na minha casa. Hoje a minha convivência com a minha família é muito de boa, mas não foi no início", conta ela, que se tornou vegetariana aos 19 anos, depois um choque de realidade.




"Vi o teaser do documentário 'Terráqueos', que é considerado o documentário mais complexo da causa animal, e fiquei muito mal. Naquele mesmo dia não comi mais nenhum tipo de carne vermelha. Com o tempo, tirei a carne branca e, depois, me tornei ovolactovegetariana. A indústria da carne faz com que a gente fique cega.As pessoas acham que os animais não sofrem no abate, que são criados soltos, pastando. A realidade é que são presos em jaulas minúsculas e sofrem os mais diversos tipos de tortura.


Me dar conta da crueldade me fez perceber que eu não queria continuar contribuindo com isso", revela.


Acompanhe a matéria completa no Blog da Uol

0 visualização