• vcnaonda.com

Associação de Itacaré vence Brasileiro de Canoagem e Itacareense faz dupla com Isaquias Queiroz




O evento teve a participação de 464 atletas disputando no total 300 provas em quatro dias nas águas do Lago Paranoá na Capital Federal, no final a Associação de Canoagem de Itacaré da Bahia garantiu o maior número de pontos


As águas do Lago Paranoá ficaram movimentadas nos últimos quatro dias com a competição do Campeonato Brasileiro Interclubes de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, com 464 atletas disputando e contando ao todo com 40 associações o evento mesclou com a participação de canoístas iniciantes e medalhistas mundiais. O público esteve presente em todos os dias de competições e os atletas fizeram bonito nas remadas e quem foi o clube vencedor foi a ACI – Associação de Canoagem de Itacaré na Bahia com um total geral de 775 pontos.



Itacareense Jacky Goldmann e Isaquias Queiroz


O canoísta olímpico Isaquias Queiroz terminou a sua participação com uma chuva de medalhas, o atleta leva pra casa seis ouros conquistados no C1 e no C2 sênior nas distâncias de 200, 500 e 1000. Na canoa dupla ele teve o seu colega Jacky Goldmann que garantiu bons resultados individuais também pelo C1 onde garantiu a prata nos 200 e 500 metros e uma de bronze nos 1000m eles representam o CRF - Clube Regatas do Flamengo. “É importante participar desses campeonatos nacionais para incentivar novos atletas”, fala Isaquias.


Marcos Vinicius Assunção é atleta da ACPN – Associação de Canoagem de Porto Nacional do estado do Tocantins, ele conquistou vários pódios e levou três medalhas de prata e duas de ouro, ele disputa a canoa na categoria cadete, ele quer um dia remar igual ao Isaquias. “Ele é muito bom a remada dele é muito esforçada eu treino muito e dedico muito para um dia chegar ao nível dele”, explica.


Contando com mais de 40 associações no evento a disputa foi acirrada até o final a Bahia liderou o topo do ranking e a Associação de Canoagem de Itacaré garantiu o maior número de pontos, seguida da Associação Cacaueira de Canoagem de Ubaitaba com 703. O terceiro lugar veio com o CRC – Clube de Regatas de Cascavel com 465 pontos conquistados.


Os resultados completos de todas as provas podem ser acessados aqui.


Evento fecha com chave de ouro


Depois de 30 anos Brasília volta a sediar um Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade, o evento foi elogiado pelos atletas que depois de 30 anos retorna a Capital Federal. “Foi um evento muito organizado, uma equipe ampla de arbitragem, teve as questões climáticas normais, mas o evento foi muito bom mesmo”, fala Marco Antônio Navarro do CRC de Cascavel no Paraná.


O legado para o Distrito Federal foi um ponto importante durante o campeonato, para Rubens Pompeu, presidente da Febracan – Federação Brasiliense de Canoagem a integração com a comunidade foi muito importante. “O evento foi estratégico para o desenvolvimento da canoagem brasiliense, sendo que o grande objetivo é mostrar a modalidade para os jovens, levamos estudantes para conhecerem e foram recebidos e eles tiveram todo o conhecimento em geral dos equipamentos, barcos os tipos de provas e eles puderam acompanhar ao vivo as provas e já tivemos contatos de jovens interessadas em praticar o esporte. Eu afirmo com certeza que o evento foi muito importante para cidade”, comenta.


Para o João Tomasini Schwertner, presidente da Confederação Brasileira de Canoagem a edição realizada em Brasília foi exepcional. "Foi um evento sensacional, depois uma sequência de provas realizadas em Curitiba onde temos uma boa estrutura para o evento, mas podemos dizer que Brasília fez um Campeonato excelente. Tivemos uma grande participação dos atletas, o público compareceu, visitas de escolas e grandes parcerias foram firmadas"

Esta edição também foi marcada por ser o primeiro evento em parceria com o CBC – Comitê Brasileiro de Clubes, "Fechamos há poucos meses uma parceria com o CBC que se demonstrou excepcional o nosso evento evoluiu, garantimos um apoio fundamental que será uma nova página para os eventos da Canoagem Brasileira", complementa Tomasini.


Para realizar em Brasília o Campeonato Brasileiro Interclubes de Canoagem Velocidade e Paracanoagem só foi possível graças ao patrocínio do Governo do Distrito Federal por meio da Secretaria de Esporte e Lazer e também do BRB – Banco de Brasília. “Depois de 30 anos sem realizar um evento deste porte em Brasília, temos a canoagem aqui de volta. O importante é o legado que deixamos aqui para os esportes aquáticos. Que cada evento que venha pra cá seja uma alavanca para desenvolver o nosso esporte em Brasília”, afirma Leandro Cruz, Secretário de Esporte e Lazer do GDF.


“Graças ao GDF a Canoagem Brasileira volta a Brasília com um Campeonato Brasileiro de Canoagem Velocidade e Paracanoagem, isso é muito importante para o desenvolvimento do nosso esporte aqui no Distrito Federal e estamos muito felizes porque estamos com parcerias sólidas, eu digo até logo para Brasília”, fala Tomasini.


Fonte: canoagem.org.br

Fotos: Roberto Peixoto - Canoagem Brasileira

176 visualizações