Desafio Ecoporan movimentou Itacaré. Confira o que disseram os organizadores!



A 2ª etapa do Circuito Baiano Stand Up Paddle - Desafio Ecoporan, reformulou as regras e trouxe mais modalidades para a competição 


Itacaré foi palco da 2ª etapa do Circuito Baiano Stand Up Paddle - Desafio Ecoporan. No último sábado, a Praia da Concha recebeu centenas de competidores das modalidades Stand up Paddle, Va”a (Canoa Havaiana) e Surfski para as provas com um percurso de 10 milhas (16 quilômetros) no Rio de Contas, com largada e chegada na Praia da Concha.

Os atletas disputaram a classificação no Circuito Baiano e no Circuito Brasileiro. O evento contou com o apoio da Prefeitura de Itacaré, com a realização do Ecoporan Hotel,Associação Baiana de Stand Up Paddle e Itacaré Paddle Race. 

Durante o dia os competidores movimentaram o Ecoporan Beach Club na Praia da Concha, as torcidas acompanharem as provas das modalidades tanto nos amadores, quanto dos profissionais, unindo dos adultos às crianças das categorias júnior e kids.


O organizador do evento, Sérgio Luiz Cavalcante de Oliveira, empresário de 53 anos, nos conta que em 2016 começou a treinar para as competições de Stand Up Paddle e imaginou um evento em Itacaré, acontecendo em outubro de 2016 a primeira prova na cidade, o Mar de Itacaré Paddle Race. Em 2017 aconteceu o Itacaré Paddle Race, mas em 2018 o evento não aconteceria por falta de recursos. Foi assim que Sérgio se uniu a Vitor Rollin, proprietário do Hotel Ecoporan e do Ecoporan Beach Club, que está sendo construído na Praia da Concha para se tornar um centro de esportes e lazer, contando com gastronomia de praia e toda a estrutura de um clube, com acessibilidade para todos os públicos. Incentivando ainda mais esses esportes com estrutura e equipamentos necessários.

Os dois resolveram juntos ampliar as categorias, modalidades e níveis técnicos para que pudessem oferecer uma competição equiparada com os principais eventos brasileiros e mundiais. Para Vitor, “Itacaré é um polo natural de grandes atletas de nível mundial e exemplo da canoagem que conta com o incentivo do comitê olímpico brasileiro e do governo baiano, que recentemente construiu um centro de treinamento no Bairro da Passagem, mantido pela Prefeitura de Itacaré.”

Ele relata ainda que o esporte cresceu nos últimos 10 anos e já está mais amadurecido do ponto de vista institucional, o que contribui incentivos públicos de fomento ao esporte, mas ainda são as iniciativas privadas que impulsionam o esporte pelo Brasil. Incentivo ao esporte Os organizadores falam sobre a escassez de recursos da iniciativa privada como incentivo para Sup e Va’a, que o Desafio Ecoporan pôde evidenciar os esportes nos cenários estadual e brasileiro, destacando também Itacaré e fomentando o turismo, que recebeu em torno de 700 visitantes beneficiando a cadeia econômica da cidade.

Eles ainda destacam a participação da Prefeitura de Itacaré junto à secretaria de esportes, representado por Diego Augusto, que apoiou todo o evento e vem criando iniciativas, no Desafio Ecoporan, a Prefeitura cedeu toda a estrutura de palanques e divisões, equipe médica, uti móvel, e ambulância, salva vidas, ordenação de trânsito. A Polícia Militar e a Marinha do Brasil também mantiveram plantão para atender o necessário durante a competição.


 Chegada de João, vencedor da Race 14' Profissional

O vencedor da principal categoria do campeonato, João Carlos Mendes de Araujo Junior, competiu pela categoria Race 14’ Profissional, é atleta do Sup nacional e estadual, atualmente é o 6 lugar no ranking nacional e 2 no ranking estadual. Competindo há 3 anos, ele diz que ama o esporte aquático e que se apaixonou pelo Sup a primeira vista. “Me conectei ao esporte, acabei me credenciando para trabalhar com o sup, tendo o incentivo do capitão Xan, ele integra a equipe do Itacaré Sup Team.”

Sobre o evento João opina que não é fácil ser atleta e toda conquista é fruto de muito amor pelo esporte, que representa um grande ensinamento de vida. “A competição é um encontro de várias pessoas que levam o esporte ao extremo, pessoas que aceitam e gostam de desafios.” 

Por Rayssa Amaral

#standuppaddle #Itacaré

16 visualizações