DJ baiano finalista da edição do Music Video Festival em SP



O DJ baiano João Gabriel, mais conhecido como Ubunto, está entre um dos finalistas do Music Video Festival, evento de música que promove a exibição e premiação dos melhores videoclipes nacionais e internacionais. Além das premiações, o festival tem como objetivo descobrir novos talentos do audiovisual e promover um bate-papo com diretores e produtores. Um time de artistas complementam a programação com shows e performances. Com o clipe 'Tipo Nada', Ubunto concorrerá ao prêmio com Johnny Hooker, Tim Bernardes, Rincon Sapiência, entre outros. O festival, que este ano chega à 6ª edição, será celebrado nos dias 29 e 30 de setembro, no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo. Confira aqui aos clipes que estão concorrendo no festival. Carreira A música sempre foi algo presente na vida de João Gabriel. Antes de começar a profissão de Dj, ele tocava em uma banda com um amigo. Porém, foi aos 16 anos que ele se encantou pelo mundo da discotecagem e deu início a sua carreira. O nome 'Ubunto' surgiu por meio da sua identificação com a filosofia 'Ubuntu', de origem africana e que significa "eu sou assim porque nós somos assim". "O fruto de um trabalho é coletivo, independente se você fez tudo sozinho. Durante o processo você precisa dialogar com outras pessoas que estiveram no seu caminho para você chegar aonde você está ", explica Ubunto. O estilo musical do artista é repleto de influências regionais e a percussão é um dos principais combustíveis de suas produções. Ele foi aluno da 'Pracatum', uma associação social criada em 1994 pelo músico Carlinhos Brown, que promove projetos de música e arte para jovens. Clipe Estar entre um dos finalistas foi uma surpresa para Ubunto. Foi o amigo e diretor Alysson Alapont (ELXVA) que inscreveu o trabalho no festival. O clipe é repleto de elementos como realismo x fantasia, sensibilidade x aflições e narra a história de uma criança que imagina a sua família sendo despejada do local aonde moram. O clipe foi produzido dentro de uma ocupação no centro de São Paulo e os atores são os próprios moradores do local. Além da gravação, foi realizado um trabalho social no qual os participantes tiveram uma ajuda de custo, que foi revertido para a manutenção e reforma da ocupação.

Expectativa Além de ser o único baiano, Ubunto é também o único Dj que está concorrendo ao Music Video Festival. Participar do festival e estar entre artistas de peso é o maior reconhecimento do seu trabalho. "Só de ser valorizado pelo meu próprio trabalho e estar entre Rincon, Tim Bernardes, que são ícones da música brasileira, eu me sinto mais do que em casa". A proposta do evento é mostrar as pessoas que a relação entre vídeo e música devem estar sempre conectadas no mundo atual. "Cada vez mais está sendo demonstrado que a música não vive sem a imagem e vice-versa. As pessoas não querem mais só ouvir, elas querem ver música também", conclui.

Fonte: Jornal A Tarde


0 visualização