Associação de Surf planeja 2018 em reunião



Diretoria da Associação de Surf de Itacaré se reuniu ontem(24/01), após retorno do presidente Marcelo Barros da Capital Baiana.


Com intuito de dar seguimento aos trabalhos de 2018 o presidente da ASI, Marcelo Barros, se reuniu com a Diretoria da entidade para deliberar sobre os projetos para 2018, ao qual a ASI está envolvida. Na pauta foram discutidos os seguintes assuntos: Projeto Social Surfando para o Futuro 2018.2, que a ASI desenvolve em parceria com a Prefeitura Municipal de Itacaré, e as Secretarias de Desenvolvimento Social, Educação, Juventude Esporte e Cultura e Planejamento. No calendário 2018 constam os seguintes eventos: Circuito Costa do Cacau de Surf 2018(Itacare, Uruçuca-Serra Grande, Ilhéus-Olivença e Canavieiras), Circuito South to South Itacareense Nova Geração, Brasileiro Master(a definir) e Mundial QS Mens/Woman 1.500, Projeto de Lei a Câmara Legislativa Municipal, Regulamentação Fiscalização e Regularização das Escolas de Surf e eleição da Federação Baiana de Surf.

O presidente entende que o momento da ASI em Itacaré é muito bom, onde muitos parcerios e empresários tem se colocado disponíveis a participar mais dos projetos da Associação, por entenderem que existe um planejamento e comprometimento da Diretoria com Surf, com os atletas e para o município num todo. Durante a reunião o presidente informou também que a parceria com as Secretarias de Desenvolvimento Social e Educação estão mantidas, e a intenção é de ampliar o Projeto Surfando para o Futuro, a pelo menos 2 Escolas públicas do Distrito de Taboquinhas, e que a gestão vem dando todo apoio sem medir esforços para que o projeto floresça cada vez mais. 

Pautou também a importância do Projeto de Lei que Regulamenta a Atividade Surf Escolar, tendo em vista ser uma Lei Municipal aprovada na Câmara, e Sancionada na gestão passada do atual Prefeito, onde dar a Associação de Surf de Itacaré a autonomia de fiscalizar e regulamentar a atividade, em parceria com a Secretaria de Tributos e de Turismo, com o intuito de coibir a clandestinidade e a evasão de divisas, sendo que o serviço de aula de Surf movimenta a economia durante todo ano, por isso, requer fiscalização, tão logo passe as festas. A ASI convidará os respectivos donos de escolas para a primeira reunião.

Informou também que a reunião em Salvador foi muito positiva, onde estiveram presentes o presidente da CBSurf, Adalvo Argolo, o presidente da FBSurf, Carlos Abdalla, entre outros participantes, e o mesmo acredita que falta pouco para a reestruturação de fato da Federação Baiana de Surf. A Federação precisa sair fortalecida deste processo para tocar os seus projetos, é importante que a transição aconteça porque a FBSurf é maior que todos nós, portanto, a ASI se colocou para equilibrar e ser o fiel da balança nesta queda de braço, porque os atletas baianos precisam de uma Federação forte e sólida, assim como a Bahia precisa dar uma resposta da sua capacidade de se reinventar, conclui o presidente Marcelo Barros. 

Fonte: Facebook Associação de Surf de Itacaré

#surf #itacare #associacaodesurf

3 visualizações