Arte e Cultura no Itacaré Surf Sound Festival


O evento vai contar com o Espaço da Economia Criativa, com o objetivo de incentivar e promover novas interações entre cultura e economia local por meio exposições de artesanato e artes plásticas, de artistas de Itacaré.

Criado em Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo, em meio à Mata Atlântica dessa região. Sempre influenciado pelo surf e a natureza, desenvolve há mais de 20 anos sua arte com a palha do coqueiro, aqui conhecida como Pano do Coqueiro.

Desde 1999 em Itacaré, hoje uma das mais conhecidas cidades surf do Brasil, Cezar Amorim criou a série SURF CITY ITACARÉ, inspirada em suas praias e ondas. São fotografias das artes feitas com essa fibra do coqueiro, que empresta toda sua beleza e textura para o belo resultado final do trabalho.


Nascido em Mumbai, ele percorreu toda a Índia, passou um tempo no Quênia, na Alemanha e fez design freelancer em têxteis e arte gráfica passando por diversas cidades do Brasil. Em 2003 escolheu se instalar em Itacaré, um paraíso tropical em meio à Mata Atlântica.

Jagannath Mistry continua a criar quatro corpos de trabalho: pinturas abstratas, mitologia indiana, paisagens tropicais contemporâneas e arte óptica (Op). Seu foco atual, grandes obras abstratas de acrílico sobre tela, são pinturas coloridas destinadas a dar prazer estético ao espectador – assim, “fazer as pessoas se sentir bem ao olhar a pintura”, revela o artista.



0 visualização