Canoísta Itacareense Maicon dos Santos é notícia no globoesporte.com



Maico dos Santos, de 22 anos, se mudou de Curitiba para Lagoa Santa, onde treina sob os comandos do renomado Jesús Morlán. Ele disputa C2 200m com Erlon de Souza no Mundial

A data de 16 de agosto de 2016 está na memória do jovem Maico dos Santos. Naquele dia, assistia compenetrado, nervoso, à participação de Isaquias Queiroz, baiano como ele, na final do C1 1000m da canoagem velocidade na Olimpíada do Rio de Janeiro. Quando o canoísta cruzou a linha de chegada em segundo lugar, atrás somente do alemão Sebastian Brendel, Maico festejou. Festejou como se a medalha de prata fosse sua. Isaquias ainda ganharia mais duas nos Jogos - uma de prata no C2 1000m com Erlon de Souza, e um bronze na prova individual do C1 200m - entrando para a história como maior medalhista brasileiro em uma só edição olímpica. Quando viu aquilo tudo, Maico mal podia imaginar que, sete meses depois, estaria treinando lado a lado com seus ídolos. Hoje, faz parte da seleção brasileira que disputa o Mundial de Canoagem Velocidade até 27 de agosto na vila de Racice, no distrito de Udi Nad Labem, na República Tcheca.


Erlon Souza e Maico dos Santos, parceiros do C2 200m (Foto: Gabriel Fricke)

Até então, o baiano de Itacaré - Erlon é de Ubatã, e Isaquias, de Ubaitaba - morava e treinava com a seleção de base em Curitiba, no Paraná. Dono de seis títulos sul-americanos e um pan-americano, o menino, hoje com 22 anos, chamou a atenção do renomado treinador espanhol Jesús Morlán, que comanda a canoa masculina na pacata Lagoa Santa, com uma estrutura de dar inveja e uma casa só para ele e para os atletas. O europeu resolveu dar uma chance ao jovem, que se mudou para a cidade em Minas Gerais em março de 2017. Desde então, vem vivendo um sonho.

- Quando eu fui chamado foi uma surpresa muito grande. Fui participar de um controle em Curitiba em março e depois recebi um convite. Está sendo um sonho treinar ao lado deles. Sempre quis competir com eles. Jesus é um dos melhores técnicos do mundo. De vez em quando ele pega no pé, mas isso é dele mesmo (risos). Meu maior ídolo é o Isaquias, sempre estou torcendo por ele e se eu estiver na competição eu grito por ele: “Vamos, Isaquias” - comentou o garoto.


O trio brasileiro em treinamento na República Tcheca (Foto: Divulgação/CBCa)

Questionado se é mais parecido com Erlon, mais calado, ou com Isaquias Queiroz, mais agitado, ele foi certeiro na resposta.

- O Erlon é quietinho assim, mas na hora do treino... Bom, quando junta os baianos a gente começa a bagunçar a descontrair, porque o treino é pesado. Isso serve para tirar um pouco da intensidade do treino. Sou meio Isaquias e meio Erlon, gosto de brincar, mas gosto de ficar quieto também (risos) - afirmou Maico.

O garoto lembrou seu início na canoagem velocidade.

- Comecei na canoagem por incentivo do meu primo Leco. Antes eu só gostava de jogar bola. Ele que me levou na canoagem pela primeira vez aos 12 anos, e eu gostei. Quando comecei, o Isaquias e o Erlon já estavam. Agora está sendo muito bom participar da equipe deles. É o primeiro Mundial ao lado deles, estamos nos adaptando à medalha ainda. Fomos para a 2ª etapa da Copa do Mundo juntos antes, quando chegamos na final B. Foi um resultado acima do esperado, porque a gente tinha pouco tempo de treino - explicou.

Erlon de Souza, que será parceiro de Maico na única prova dele no Mundial, o C2 200m, fez elogios ao novo morador de Lagoa Santa. Os dois competem nesta sexta-feira, às 6h10 (de Brasília).

- O Maico agora faz parte da nossa equipe, ele vem treinando desde o começo e é diferente porque cada atleta tem uma forma de remar. A gente sempre tem que fazer uma adaptação, então quando eu treino com ele é uma forma de remar, quando eu treino com o Isaquias é outra. É o primeiro ano dele, ele tá aprendendo bastante e está vindo para ser medalhista, então ele está sofrendo um pouco. Esse ano é de aprendizado e, a partir do ano que vem, o nível vai estar mais elevado e já vai dar para pensar mais à frente - concluiu.

#MundialdeCanoagem #Canoagem

11 visualizações